A Brazabe e a preservação do meio ambiente

Brazabe e Sustentabilidade

Muitas pessoas podem acreditar que não existe nenhum tipo de ligação entre a Construção Civil e a preservação do meio ambiente. Algumas pessoas podem, inclusive, acreditar que a construção compactua com o desmatamento. No entanto, não é bem assim que funciona.

A Construção Civil é vistoriada e acompanhada por uma série de regras e organizações que visam bons resultados somados ao mínimo de degradação possível do meio ambiente. Uma empresa focada e ética segue todos esses protocolos, inclusive se dedicando à sustentabilidade, inovação e gestão do conhecimento.

A Brazabe e a preservação do meio ambiente

Nós, da Brazabe, por exemplo, seguimos essa linha totalmente focada na preservação do meio ambiente e no melhor resultado possível de nossas ações e construções. Nós pautamos a nossa atuação no mercado com os seguintes pontos:

  • A preservação do meio ambiente, incluindo a prevenção da poluição;
  • A garantia de um ambiente de trabalho seguro e saudável para todas as pessoas;
  • A melhoria contínua da gestão e do desempenho de seus processos e produtos;
  • Atendimento aos requisitos legais, normativos e outros aplicáveis.
  • Foco no Cliente;
  • Gerar resultados e crescer com sustentabilidade;
  • Satisfação, motivação e a melhor equipe de funcionários;
  • Ser eficiente;
  • Ser referência no mercado nacional.

Por isso, podemos concluir que existe sim uma forte ligação entre o ramo da Construção Civil e práticas pela sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

A Brazabe e a preservação do meio ambiente
Fonte: Brazabe

Por que a preocupação com a sustentabilidade?

Bem, os temas relacionados a preocupação com o meio ambiente e com o avanço do aquecimento global estão sendo cada vez mais discutidos, principalmente em encontros diplomáticos entre grandes líderes e ativistas.

A verdade é que a conscientização ambiental nunca esteve tão forte e difundida, o conhecimento sobre problemas ambientais que poucos tinham acesso em anos passados hoje são amplamente compartilhados e passados entre as pessoas. Isso resultou em uma maior compreensão do que é bom ou ruim para o planeta.

Além disso, novos estudos vão sendo realizados e os resultados alertam sempre para os perigos da não conscientização ambiental, principalmente para o que este desconhecimento pode trazer de mau para nós no futuro.

Por isso, uma série de ações e regras foram sendo implementadas por empresas visando uma diminuição na interferência ambiental, o que podemos chamar hoje de empresas mais verdes.

Além disso, associações e instituições de análise estão sendo criadas com o objetivo de verificar se as empresas estão mantendo mesmo o seu papel de não agressão ao meio ambiente com uma série de regras. No ramo da construção civil não é diferente.

Sustentabilidade e Construção Civil
Fonte: Brazabe

Um exemplo dessa fiscalização é com relação a autorizações para supressão vegetal, tema que já abordamos em artigos anteriores. Para quem não sabe, a Autorização para Supressão Vegetal deve ser solicitada pela empresa ao órgão que conduz o processo de licenciamento ambiental do empreendimento ou atividade.

Em São Paulo, por exemplo, o documento é emitido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), podendo ser utilizado como autorização oficial para a Supressão Vegetal.

E é neste ponto que a Brazabe tem referência. Sempre pautada na ética ambiental, a empresa faz questão de fazer tudo dentro da lei e nos limites impostos pelas autorizações ambientais. Tudo isso buscando o mínimo de impacto possível na natureza e, ao mesmo tempo, conseguindo fazer as obras da maneira mais assertiva possível.

Nós, da Brazabe, somos uma empresa de construções e serviços com mais de 30 anos atuando no segmento de Construção Civil. Nosso trabalho é focado no objetivo de nos tornarmos uma grande aliada do cliente e, assim, entender e realizar suas expectativas. Visite nosso site para saber mais dos nossos serviços e entre em contato conosco para fazer um orçamento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Recentes